Lagoa do Satú - Aldeia de Barra Velha

A lagoa leva o nome de seu mais antigo morador, o Saturnino, velho pescador que poderia muito bem encarnar o personagem de Hemingway em “O velho e o mar”. Dos recifes em frente ele “colhe” os polvos, os peixes e os crustáceos que alimentam a numerosa familia. A caminhada de cerca de 4 kilômetros, rumo ao norte, é feita pela praia, de preferencia na maré baixa. A melhor água de coco da região é servida ali.

 

Aldeia de Barra Velha

Distância similar pela praia, só que no rumo inverso, separa a vila de Caraíva da aldeia de Barra Velha, centro da reserva índigena de Monte Pascoal. O artesanato local é a atração.

 

Corumbau

São 13 kilômetros de distancia e o mesmo se aplica às marés. Mas os que quiserem podem agendar a ida e a volta nos poucos bugres que circulam na reserva indígena, situada entre Caraíva e Corumbau.

 

Espelho

Esse é um passeio que exige maior preparo. A distância é cerca de 7 kilômetros e inclui a subida e a descida da falésia, sendo difícil fazer a ida e a volta durante o mesmo dia com a maré baixa. Uma opção é fazer o retorno de barco, mediante prévia combinação. Os mais aventureiros ainda podem optar, com a lua cheia, por fazer a vola na maré baixa noturna, o que só se aconselha se for em grupo.

 

Praia do Rio Caraíva

praia-caraiva

Uma boa alternativa para quem não quer ir muito longe. São 2 kilômetros de distância. A trilha começa em Caraíva pela rua da Estação e vai margeando o rio reserva adentro. Uns poucos se aventuram a descer o rio nadando de volta até Caraíva. São cerca de 3 kilômetros até a vila. Parece muito, mas com a vazante forte do rio o percurso pode ser feito tranquilamente em 2 horas. Aconselha-se aos não habituados utilizar coletes ou bóias.